07 março, 2011

irracionalmente dado

dás-me a tua, eu entrego-te a minha, numa troca inocente e inconsequente, sem pensar, sem nada complicar, vamos trocar de almas. dissipam-se pelo caminho, perdem-se e encontram obstáculos, mas é assim, essa pura e desejada troca, onde tudo se dá, tudo se recebe.
mudanças, transformações, quando damos o nosso mundo não são aceites devoluções.

2 comentários:

Joana disse...

Que pedacinho interessante!! Gostei mesmo muito :D

filipa . disse...

obrigada :D